Poster V.jpg
  • YouTube
  • Facebook
  • Instagram

Banda de rock n' roll fortemente influenciada pelo Blues. Traz em suas composições um pretensioso holofote sobre os malditos, vagabundos e desesperados. As músicas são fundamentadas no clima boêmio das noites em becos, bares, casas noturnas e prostíbulos. 

A cozinha da Pandora’s Cabaret conta com todo o groove e entrosamento entre Paulo Bueno (Bateria) e Thales Rocco (Baixo), com as guitarras envenenadas de Ruben Salas e Abner Franco e toda a canastrice de Daniel Codespoti nos vocais. 

Lançaram em 2015 o EP "Cocktails", produzido, captado e mixado por Amleto Barboni (Blues Etílicos, Titãs, Fernando Anitelli, Fafá de Belém e Andreas Kisser). O álbum conta ainda com a participação de Freddy Pereira na bateria e Adriano Grineberg no piano e teclado. 

Sinta-se convidado a amar ou odiar este modesto antro de perdição disfarçado de banda.

Capa EP - Cocktails Frente.jpg
01 - Bobby CarabinePandora's Cabaret
00:00 / 03:30
02 - Devil's DaughterPandora's Cabaret
00:00 / 02:51
03 - One Night RomancePandora's Cabaret
00:00 / 04:58
04 - One Shot Of TroublePandora's Cabaret
00:00 / 04:06
Espaço Som
press to zoom
Na Mata Café
press to zoom
Na Mata Café
press to zoom
B Music Bar
press to zoom
Na Mata Café
press to zoom
Estúdio Paulo B
press to zoom
Na Mata Café
press to zoom
Espaço Som
press to zoom
Estúdio Paulo B
press to zoom
Espaço Som
press to zoom
1/1

Depois de muitas idas e vindas pela cena cover do blues paulistano, Ruben Salas, Thales Rocco e Daniel Codespoti decidem escrever as próprias músicas e trilhar um caminho autoral. A banda que até final de 2014 chamava-se “All That Blues” foi rebatizada para Pandora’s Cabaret e passou a criar em suas letras um mundo em que cada música narra à história de pessoas que por algum motivo acabaram passando por este antro de perdição. Uma espelunca de beira de estrada que mistura prostíbulo, boate e hospedaria e é gerenciado pela enigmática Pandora.

Após lançarem seu EP intitulado “Cocktails” em 2015, Abner Franco se junta ao time para somar peso e criatividade às guitarras. No início de 2020, Paulo Bueno assume as baquetas da banda bombeando sangue novo para o coração pulsante da Pandora’s Cabaret. O alicerce principal é o blues, mas as experiências pessoais dos integrantes forjam uma sonoridade fundamentada no bom e velho rock n’ roll visceral e cheio de veneno.  

Venha fazer parte do universo disfuncional de personagens como o impiedoso Bobby Carabine, pegar carona na mente conturbada de Marla Mcgee, ser inevitavelmente enganado pelos esquemas de Frankie, rodar por estradas vazias e cidades fantasmas, atravessar os dias sem um tostão no bolso, beber junto aos malditos e terminar as noites em mais um lugar esquecido por Deus.

insta_redes_direita.jpg
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
1/1